Casar com fogos – Fria ou Boa Moda?

Alguém teve a idéia um dia e pegou: uma queima show de fogos de artifício na saída da noiva.

Um casal de noivos a beira de um lago se beija e ao fundo ve-se um castelo, e, em primeiro plano, a palavra "Love"escrita com fogos de artifício e em letra cursiva e rococó.

Sim, você entendeu certo: junto com o arroz da prosperidade, assim que a noiva sai da igreja, está   armada uma explosão multicolorida nas alturas com fogos de artifício em um espetáculo  pra ninguém botar defeito.

Hoje, esse é um dos momentos preferidos do pai da noiva que não mede esforços para pagar esse momento – que, aliás não custa pouco.

Hello!!! Fujam meninas, nem pensem em aderir a esse mico. Fria total sabe porque? Imagine a cena: a noiva linda, depois de meses de planejamento e produção, caminha lentamente pela nave da Igreja saboreando o momento.

Já fora do templo, em vez de ser admirada por todos que lá estarão, ela simplesmente para e faz carinha de ovo – enquanto a multidão de amigos passa vááaaaaarios minutos olhando para cima apreciando o espetáculo luminoso e colorido.

Quando acaba, a pobre noiva já era. Foco totalmente perdido. E em nome de que mesmo?

Meninas sejam espertas: economizem essa e, se alguém insistir, digam que esse tipo de espetáculo é mais adequado para Reveillon ou, no limite, para programar para o final da festa – jamais, no começo dela tá?